Ansiedade canina: Como acalmar um cachorro ansioso

cachorro sofrendo com ansiedade

Para as pessoas, às vezes a ansiedade pode ser opressora e debilitante. Se você tem um cachorro que luta contra o medo, ansiedade ou estresse, é importante ser solidário e paciente.

Acalmar um cão frequentemente ansioso é possível, mas pode exigir a colaboração entre você e seu veterinário, ou um veterinário especializado em comportamento.

Se você tem um cão nervoso, aqui estão algumas dicas que você pode usar para identificar os sinais e os gatilhos, e as medidas que você pode tomar para ajudar a acalmar a ansiedade do seu cão e melhorar sua qualidade de vida.

Reconhecendo os sinais da ansiedade

Os cães usam a linguagem corporal para comunicar como estão se sentindo.

Por exemplo, se seu cachorro parece inquieto ou tem fixação em lamber, ele pode estar comunicando nervosismo, estresse ou medo. Existem muitos sinais sutis de ansiedade canina.

  • Tremores
  • Inquietação
  • Hipervigilância
  • Lambendo os lábios
  • Bocejo frequente
  • Apetite diminuído

Alguns efeitos fisiológicos da ansiedade podem incluir:

  • Aumento da salivação ou salivação
  • Pupilas dilatadas
  • Aumento da frequência cardíaca e respiração ofegante
  • Lesões de pele por autotrauma

Fale com o seu veterinário sobre a ansiedade do seu cão

Depois de aprender a detectar quando seu cão está ansioso, você pode começar a identificar os gatilhos que estão causando a ansiedade. Anote os sinais que você vê e descreva as situações e circunstâncias em que seu cão mostrou esses sinais. Em seguida, marque uma consulta com seu veterinário para que ele possa descartar problemas médicos subjacentes e ajudá-lo a obter o tratamento certo para seu cão.

Sempre que uma mudança de comportamento é observada em um animal de estimação, problemas médicos em outras áreas do corpo podem estar em jogo. Seu veterinário pode realizar testes de diagnóstico para confirmar se seu animal de estimação está saudável.

Em todos os casos, é melhor procurar a ajuda de seu veterinário para se certificar de que você está fazendo tudo o que pode pelo seu cão. Quando nenhuma outra causa é encontrada, seu veterinário pode prescrever medicação para ansiedade, se necessário, e / ou recomendar um veterinário comportamental.

Dicas para acalmar o seu cachorro

Seu veterinário pode ajudar a criar um plano para aliviar a ansiedade do seu cão, e pode incluir as seguintes etapas. Algumas são ações simples que você pode tentar em casa e outras requerem a supervisão do seu veterinário.

Remova os gatilhos que geram a ansiedade

Se você já foi ao seu veterinário para descartar outras doenças, e ele ajudou a identificar possíveis fatores de estresse, então pode ser tão simples quanto remover esses fatores de estresse e ver se a ansiedade do seu cão diminui.

Por exemplo, se o seu cão tem medo de outros cães ou pessoas, você pode pular a volta ao parque. Como alternativa, você pode levar seu cachorro para passear quando menos pessoas estiverem do lado de fora, brincar em um quintal cercado, se houver, e jogar jogos dentro de casa.

Tente a aromaterapia

Feromônios que apaziguam cães são feromônios sintéticos semelhantes aos feromônios calmantes que as cadelas liberam enquanto amamentam os filhotes.

Esses feromônios podem ajudar a reduzir a ansiedade em alguns cães e estão disponíveis em algumas formas diferentes. Existem coleiras, sprays e difusores, para que possa escolher a melhor opção para o seu cão.

Exercite o seu cão

Os exercícios podem ajudar com a nossa própria ansiedade, e estudos de pesquisa mostraram que maiores níveis de exercício em cães estão associados a níveis mais baixos de agressão, medo e ansiedade de separação.

Crie um espaço mais calmo em casa

Alguns cães ficam tão ansiosos em certas situações que nenhuma quantidade de calmantes, elogios ou recompensas lhes dará alívio. Quando for esse o caso, eles precisam de um espaço silencioso sem estimulação, onde possam desligar todas as informações e simplesmente relaxar.

Isso pode ajudar em muitas situações, como:

  • Quando visitantes vêm à sua casa
  • Durante eventos de ruído alto (fogos de artifício ou tempestades)

Abafar os sons ambientes com ruído mais calmo também pode ajudá-los a relaxar.

Medicações para tratar a ansiedade

Se o seu cão está realmente lutando contra a ansiedade, você pode conversar com o seu veterinário sobre se os medicamentos anti-ansiedade seriam benéficos.

Alguns donos de animais se preocupam com o uso desses medicamentos:

  • Isso deixará seu cachorro sonolento o tempo todo?
  • Isso mudará sua personalidade?
  • Esses tipos de medicamentos encurtarão a vida de seus cães?

Quando tratado com os medicamentos adequados, seu animal de estimação deve exibir menos ansiedade, parecer mais feliz e ainda ter a mesma personalidade. Se o seu veterinário não tiver certeza do que prescrever, um veterinário especializado em comportamento pode ajudá-lo a encontrar o melhor medicamento para seu cão, para ajudá-lo a se desenvolver.

Modificações de comportamento

Às vezes, tratamentos adicionais são necessárias para tratar problemas de comportamento em animais de estimação. A modificação de comportamento pode ajudá-lo a mudar a resposta emocional de seu cão a situações ou gatilhos.

Por meio dessa terapia cognitiva, seu cão pode aprender a ficar menos com medo de fatores estressantes e mais calmo. Em alguns casos, a modificação do comportamento pode ajudar um cão a ponto de ele não precisar mais tomar medicamentos.

Isso é algo que um veterinário comportamentalista também pode ajudá-lo.

Seja paciente

Aprender e evitar o que causa estresse em seu cão, descartando possíveis doenças subjacentes e buscar ajuda profissional irão melhorar a qualidade de vida de seu cão ansioso.

Evidências científicas demonstram que o estresse tem efeitos negativos na saúde das pessoas, e isso também é verdade para os cães. Um estudo de 2010 com 721 cães concluiu que, “O estresse de viver com um transtorno de medo ou ansiedade pode ter efeitos negativos sobre a saúde e a longevidade do cão doméstico.”

Por esse motivo, é importante ser proativo para ajudar seu cão com suas ansiedades.

Não desista. A solução pode não ser rápida nem fácil, mas com dedicação e o acompanhamento profissional adequado, você pode ajudar seu cão a ser mais feliz e saudável.

Leave a Reply