Os cachorros e a depressão

Seu cachorro pode ter depressão? Os cães ficam deprimidos? Como os humanos, alguns cães podem ocasionalmente sofrer de crises de depressão. Embora os cães não tenham a mesma capacidade de raciocínio que nós, humanos, isso não significa que não possam sofrer de depressão. Em cães, a depressão não é exatamente o mesmo distúrbio clínico complexo que é nas pessoas. No entanto, os cães podem certamente sofrer de depressão.

Quando os cães estão deprimidos, muitas vezes parecem tristes e retraídos. Eles podem até perder o interesse de brincar. Como dono de um cão amoroso, você ficará aliviado ao saber que pode ajudar seu cão caso ele sofra com a depressão. Freqüentemente, o primeiro passo para fazer isso é levar seu cão para uma consulta veterinária.

Causas de depressão em cães

Como dono de um animal de estimação, como você luta contra um inimigo invisível? O primeiro passo é reconhecer o problema. Existem várias causas potenciais de depressão em cães.

  • Doença física: muitos problemas de saúde farão com que os cães pareçam deprimidos. Contate o seu veterinário imediatamente se notar sinais de depressão em seu cão. É importante primeiro descartar uma causa física para o comportamento anormal de seu cão antes que as coisas piorem. Se o seu veterinário encontrar um problema de saúde, siga as recomendações de tratamento. Felizmente, a depressão do seu cão vai melhorar assim que ele se recuperar da doença. Se não, ou determine se mais diagnósticos são necessários com seu veterinário ou se ele suspeita de quaisquer razões comportamentais.
  • Luto: os cães podem lamentar a perda de companheiros humanos e animais assim como nós. Talvez um colega de casa ou cachorro da vizinhança com quem ele brincava tenha ido embora (férias, mudou-se, morreu). Ou talvez uma criança em sua casa tenha crescido e se mudado. Não há como explicar isso ao seu cão. Perder um companheiro, especialmente um companheiro em casa, pode ser uma razão para a depressão canina. Podemos não notar isso com muita frequência, mas os animais de estimação definitivamente sofrem.
  • Mudanças ambientais: mudar para uma nova casa, uma mudança geral de cenário (como uma reforma) ou até mesmo o clima podem afetar negativamente um cachorro. Geralmente leva tempo para o seu cão se ajustar às grandes mudanças ambientais. Discutir como ajudar a apoiar seu cão durante as mudanças ambientais deve ser feito com seu veterinário.
  • Medo: seu cão pode ter um medo ou fobia que o faz parecer deprimido. Os cães às vezes mostram medo de maneiras diferentes do que você esperaria. Seu cão pode estar tentando não parecer assustado, pois isso pode torná-lo mais vulnerável. Em vez disso, ele apenas se retira das atividades normais para se proteger.
  • Você (o proprietário): Você está se sentindo deprimido ou sai muito? Alguns cães ficam deprimidos se o dono sai muito. Isso pode ser semelhante à ansiedade de separação (mas em vez de “encenar” seu cão fica deprimido).
  • Desconhecido: em alguns casos, não há razão conhecida para a depressão. Isso pode ser muito frustrante para você como proprietário.
As cinco principais causas de depressão em cachorros.

O que fazer se o seu cachorro estiver com depressão

A lenta deterioração e a perda de iniciativa são indícios definitivos de que algo está incomodando seu cão. Se isso está acontecendo com seu cão, você precisa resolver o problema imediatamente, levando-o ao veterinário para uma verificação e possível diagnóstico. Se o seu veterinário não acredita que uma doença física seja a culpada, considere fazer algumas mudanças em casa para tentar tornar a vida divertida novamente. Praticar exercícios com seu cachorro é uma ótima maneira de começar.

Tente se envolver em atividades divertidas com seu cão, como jogos, truques divertidos e treinamento geral. Reserve algum tempo para se relacionar com seu cão. Você também pode deixar seu cão brincar com outros cães ou ir à hotéis próprios para cães.

É natural que você queira prestar mais atenção ao seu cão quando ele estiver deprimido. Isso não é inerentemente ruim, mas tente não mimar ou confortar excessivamente seu cão. Muito mimos e consolo de sua parte podem reforçar o comportamento de tristeza. É muito importante tentar o seu melhor para cumprir o cronograma e seguir sua rotina normal. Isso pode dar a seu cão uma sensação de segurança e aumentar sua confiança.

Se for o momento certo para sua família, você pode considerar comprar outro cão. Isso pode ser útil se seu cão estiver deprimido por causa da perda de um companheiro. No entanto, isso pode piorar as coisas se seu cão atual não aceitar o novo cão. Às vezes, novos cães podem ser uma fonte de estresse e agitação para um cão atual, o que cria mais problemas. Prossiga com cuidado.

Se nenhuma dessas atividades parece estar ajudando, seu veterinário ainda pode ser capaz de ajudar. Às vezes, os medicamentos são considerados o último recurso, mas há casos em que são a melhor opção. Alguns veterinários podem prescrever um medicamento como a fluoxetina (Prozac), embora isso não seja adequado para todos os cães. Você também pode considerar procurar a ajuda de um especialista em comportamento animal.

ALERTA: Jamais medique seu animal por conta própria.

Tentar ajudar um cão deprimido é importante para sua qualidade de vida, saúde e felicidade. Embora seja verdade que a depressão em cães muitas vezes se resolve sozinha após um curto período de tempo, é importante ser proativo com cães com depressão. Os sinais de depressão podem ser muito semelhantes aos sinais de doença. Lembre-se de que o lugar certo para começar é com o veterinário.

Leave a Reply