Glaucoma Em Gatos

Um gato com olhos saudáveis representando a localidade onde o glaucoma felino atinge.

O glaucoma é uma doença ocular que afeta tanto gatos quanto humanos. Causa um aumento doloroso da pressão dentro do olho e pode levar à cegueira.

O Que é o Glaucoma em Gatos?

Glaucoma é um termo usado para descrever um grupo de distúrbios oculares caracterizados por aumento da pressão intraocular, ou PIO. É uma condição progressiva, o que significa que geralmente piora com o tempo.

O olho contém um fluido denominado humor aquoso. Esse fluido é produzido em uma parte do olho chamada corpo ciliar e drenado por uma estrutura chamada ângulo iridocorneal. Se o humor aquoso não puder ser drenado adequadamente, o líquido se acumula e a pressão aumenta no olho. Um aumento constante da PIO pode causar sérios danos aos olhos.

Sinais de Glaucoma em Gatos

  • Dor nos olhos
  • Olhos opacos
  • Estrabismo
  • Pupila dilatada
  • Olhos inchados
  • Mudança de comportamento
  • Inclinação ou paralisia facial
  • Cegueira

Causa de Glaucoma em gatos

O glaucoma é classificado como primário ou secundário. O glaucoma secundário é a forma mais comum de glaucoma observada em gatos; sendo o glaucoma primário raro em gatos.

Glaucoma Primário

O glaucoma primário é uma condição hereditária. Embora raro, os gatos podem nascer com uma anormalidade anatômica que afeta a drenagem do humor aquoso em um ou ambos os olhos. Os gatos birmaneses e siameses parecem ter uma predisposição genética para a doença.

Glaucoma Secundário

O glaucoma secundário ocorre como resultado de outra condição e geralmente ocorre em apenas um olho. As causas comuns de glaucoma secundário incluem o seguinte:

  • Uveíte (inflamação dentro do olho)
  • Luxação anterior da lente (problema na drenagem)
  • Trauma ocular
  • Sangramento ocular
  • Catarata avançada
  • Tumor

Diagnóstico de Glaucoma em Gatos

É importante levar seu gato ao veterinário se notar anormalidades nos olhos ou quaisquer outros sinais de doença. Problemas com os olhos podem ir rapidamente de mal a pior, então você não deve esperar para ver se o seu gato melhora. Os distúrbios oculares podem ter vários sinais, portanto, exames oculares específicos são necessários para diagnosticar o glaucoma em gatos.

Seu veterinário começará discutindo o histórico do seu gato e realizando um exame físico. Ao examinar os olhos, o veterinário pode usar uma lente especial para observar as estruturas do olho em busca de evidências de glaucoma. Se houver suspeita de glaucoma, seu veterinário irá verificar a PIO. Isso é feito por meio de um processo chamado tonometria. Um tonômetro geralmente se parece com uma engenhoca semelhante a uma caneta. Ele é colocado logo acima da superfície do olho e mede a pressão dentro do olho. Se a PIO estiver constantemente elevada e outros sinais de glaucoma estiverem presentes, seu veterinário provavelmente diagnosticará glaucoma em seu gato.

Em alguns casos, seu veterinário pode encaminhá-lo a um oftalmologista veterinário para consulta. Esses especialistas em visão possuem conhecimento avançado e equipamentos especializados que permitem diagnosticar o glaucoma do seu gato rapidamente e recomendar os tratamentos mais eficazes.

Tratamento do Glaucoma Felino

Não há como reverter o dano ocular causado pelo glaucoma, portanto, a detecção precoce é a melhor maneira de preservar a visão e prevenir a dor extrema.

O tratamento inicial para o glaucoma geralmente envolve o uso de colírios para reduzir a pressão intraocular e a inflamação. Medicamentos como dorzolamida e timolol diminuem a pressão no olho. Os esteróides podem ser usados para reduzir a inflamação. O glaucoma pode ser difícil de controlar, então saiba que é muito importante visitar seu veterinário para consultas de acompanhamento. Seu veterinário monitorará as alterações oculares e ajustará os medicamentos conforme necessário.

A cirurgia pode ser recomendada em casos de glaucoma grave e aqueles que não respondem bem ao tratamento médico. O tratamento cirúrgico envolve o uso de laser para corrigir a drenagem do humor aquoso.

Em casos de cegueira ou doença grave, seu veterinário pode recomendar a remoção completa do olho.

Como Prevenir o Glaucoma em Gatos

Não existe uma maneira 100% eficaz de prevenir a ocorrência de glaucoma em gatos. Como o glaucoma primário é hereditário, é importante não procriar gatos com glaucoma primário.

O glaucoma secundário pode ser evitado se uma condição ocular for detectada antes de causar o glaucoma. É por isso que os exames veterinários de rotina são tão importantes. Dessa forma seu veterinário pode detectar alterações nos olhos antes do início do glaucoma ou em seus estágios iniciais.

Leave a Reply