Como Fazer O Cachorro Parar De Morder

Se seu cachorro morder alguém, você provavelmente ficará preocupado e chateado. Haverá consequências legais? Seu cachorro poderia ser sacrificado ou tirado de você? Depois que ocorre uma mordida de cachorro, sua primeira reação pode ser choque ou pânico. No entanto, é importante agir rapidamente se ocorrer uma mordida de cachorro.

As mordidas de cachorro também podem ser evitadas, especialmente se você souber por que elas costumam ocorrer. Todas as crianças e adultos devem aprender como se manter seguros perto de cães. Mais importante ainda, os donos de cães devem ser verdadeiramente responsáveis por seus cães.

Por Que Cachorros Mordem?

Na maioria das vezes, os cães mordem as pessoas quando eles se sentem ameaçadas de alguma forma. É um instinto natural que ainda está presente em cães domesticados, por mais simpáticos que sejam. É por isso que é importante que todos que interagem com cães entendam o que pode provocar esse comportamento agressivo.

  • Os cães podem morder em defesa de si mesmos, de seu território ou de um membro de sua matilha. As mães também protegem ferozmente seus filhotes.
  • Assustar um cachorro, como acordar um gritando ou uma criança se aproximando repentinamente por trás, pode provocar uma mordida de cachorro. Machucar um cachorro, mesmo que por acidente, como empurrar os quadris doloridos de um cachorro mais velho, também pode provocar uma mordida.
  • Fugir de um cachorro, mesmo que seja durante uma brincadeira, pode levá-lo a morder. Eles podem pensar que é parte da diversão no início, mas mesmo isso pode se transformar em agressão rapidamente.
  • Os cães que estão em uma situação de medo podem morder quem se aproximar deles. Isso ocorre como um mecanismo de defesa e é praticamente automático.
  • Lesões e doenças também são motivos comuns. Se um cão não está se sentindo bem, ele pode nem mesmo querer ser abordado ou tocado por suas pessoas favoritas. Cuidado ao tocar em seu cão se ele estiver machucado ou doente!

Como Fazer O Cachorro Parar De Morder

Como dono de um cão, você deve assumir a responsabilidade de treinar seu cão e mantê-lo sob controle o tempo todo. Você é responsável pelo comportamento de seu cão e é a primeira linha de defesa na prevenção dno caso do seu cachorro resolver morder alguém. É importante fazer o que puder para evitar que seu cão morda, e estas dicas podem ajudar:

  • No mínimo, coloque seu cão em um programa de adestramento básico. Existem excelentes opções de cursos de adestramento online que são baratas e muito eficazes.
  • Socialize seu cão desde filhote, conforme recomendado por seu veterinário. Comece quando eles forem bem novinhos e seja consistente ao longo da vida! Socializar seu cão inclui permitir que ele conheça e interaja com diferentes tipos de pessoas em circunstâncias calmas e positivas, incluindo crianças, pessoas com deficiência e idosos.
  • Aprenda a linguagem corporal do seu cão, bem como os principais sinais que eles dão antes de iniciar uma mordida. Quando estiver perto de pessoas, preste atenção em seu cão e saiba quando a agressividade está aumentando. Pare ou tire seu cachorro da situação antes que ela se agrave.
  • Não discipline seu cão com punições físicas, violentas ou agressivas. Opte pelo reforço positivo. Lembre-se de recompensar seu cão por bom comportamento.
  • Sempre mantenha seu cão em uma guia curta ou em uma área cercada. Conheça bem o seu cão antes de deixá-lo sem coleira em áreas permitidas. Mantenha o seu cão sempre à vista. Se você sabe que seu cão pode ser medroso ou agressivo, não o coloque em situações em que ele possa ficar com medo e morder outra pessoa ou animal de estimação. Em vez disso, opte por ser cauteloso e trabalhar com um treinador profissional que possa orientá-lo.
  • Se você suspeita ou sabe que seu cão tem tendências medrosas ou agressivas, sempre avise os outros. Não deixe seu cão se aproximar de pessoas e outros animais, a menos que a situação seja altamente controlada. Esteja atento às limitações do seu cão e não o coloque em situações que possam estressá-lo ou colocá-lo em risco ou a outras pessoas. Trabalhe com um treinador se você sabe que seu cão tem tendências medrosas ou agressivas. Eles podem discutir o uso apropriado de uma focinheira se necessário.
  • Mantenha as vacinas do seu cão atualizadas (especialmente contra a raiva) e visite o seu veterinário rotineiramente para check-ups de bem-estar.

Como Interagir Com Os Cães De Maneira Segura

Os cães são fofos e geralmente amigáveis, por isso é fácil ficar animado quando você vê um. No entanto, eles podem rapidamente se transformar para alguém que não conhecem. Mesmo que você não tenha um cão, é importante saber o comportamento adequado para interagir com cães e como e quando abordá-lo. Ensine essas coisas também às crianças, para que todos saibam o que fazer para evitar mordidas de cachorro.

  • Nunca tente se aproximar ou tocar um cão desconhecido sem primeiro pedir permissão ao dono. Se o dono não estiver presente, não se aproxime do cão.
  • Ao encontrar um cachorro desconhecido, permita que ele venha até você. Permita que ele cheire você. Não tente acariciá-lo, a menos que o proprietário tenha dado permissão. Se as dicas do dono e do cão forem adequadas, você pode agachar-se ou virar para o lado. Sempre deixe-o cheirar sua mão antes de acariciá-lo.
  • Não coloque seu rosto perto de um cachorro desconhecido; isso inclui “abraços e beijos”.
  • Compreenda a linguagem corporal dos cães. A maioria dos cães mostra sinais de alerta específicos antes de morder. Mas alguns podem não dar nenhum tipo de sinal.
  • Se você for encurralado por um cachorro, permaneça imóvel e evite o contato visual. Nunca corra ou grite. Quando o cachorro parar de prestar atenção em você, afaste-se lentamente.
  • Se você for derrubado por um cachorro, caia de lado em posição fetal, cobrindo a cabeça e o rosto. Fique muito quieto e calmo.
  • Nunca se aproxime de um cachorro que está comendo, dormindo ou cuidando de filhotes. Os cães nessas situações são mais propensos a serem protetores e podem se assustar.
  • Nunca deixe crianças pequenas ou bebês sozinhos com um cachorro por qualquer motivo.
  • Não se aproxime, toque ou tente mover um cão ferido. Em vez disso, entre em contato com um profissional veterinário ou controle de animais para obter assistência.

O Que Fazer Se A Mordida Ocorrer

Não demore, se seu cachorro morder alguém, siga os seguintes passos:

  1. Fique calmo.
  2. Prenda o seu cão em um local restrito.
  3. Ajude a vítima a lavar o local da mordida com água corrente e sabão.
  4. Seja cortês e simpático com a vítima da mordida. Evite colocar a culpa ou ficar na defensiva. Isso não significa que você precise admitir a falha. Lembre-se de que o que você disser poderá ser usado contra você posteriormente, se uma ação legal ou civil for iniciada.
  5. Contate um profissional médico para a vítima da mordida. Dependendo da gravidade da mordida, uma ambulância pode ser necessária. Por menor que seja a mordida, a vítima deve procurar atendimento médico. As mordidas de cães que parecem suaves à superfície podem se tornar graves muito rapidamente.,
  6. Ofereça-se para entrar em contato com um amigo ou membro da família pela vítima.
  7. Troque informações de contato com a vítima. Forneça suas informações de seguro, se aplicável.
  8. Se houver testemunhas, obtenha suas informações de contato.
  9. Contate seu veterinário e obtenha os registros médicos de seu cão.
  10. Informe as autoridades locais sobre o incidente e cumpra as suas ordens.

O Que A Lei Diz Sobre Mordidas De Cães?

As leis sobre mordidas de cães podem variar muito, dependendo da jurisdição local. É importante que você pesquise as leis em sua área para saber o que esperar. As seguintes condições normalmente se aplicam em casos de mordidas de cachorro:

  • Você precisará comprovar o histórico de vacinação contra a raiva do seu cão.
  • Pode ser necessário um período de quarentena. O período provavelmente será mais longo se a vacinação anti-rábica não estiver em vigor.
  • Dependendo da situação e do histórico do seu cão, é possível que ele seja considerado um “cão perigoso”. Você pode ter que cumprir leis específicas sobre o manejo de seu cão.
  • As leis podem exigir que seu cão seja sacrificado se ele for considerado “perigoso”, se o ferimento foi muito sério ou se ocorreu uma fatalidade. Além disso, você pode ser considerado legalmente responsável e enfrentar acusações criminais.

O Que Devo Fazer Depois Da Mordida?

A vítima da mordida de cachorro pode optar por apresentar queixa ou entrar com um processo civil contra você. Em ambos os casos, você deve contratar um advogado imediatamente.

Você pode ou não ser legalmente obrigado a cobrir as despesas médicas da vítima. Eticamente, pode ser uma boa ideia oferecer um pagamento adiantado. Isso mostra à vítima que você está aceitando a responsabilidade por seu cão. Pode até ajudá-lo a evitar um processo judicial complicado. Acima de tudo, é a coisa ética a fazer, mesmo que você tenha uma explicação para a mordida de cachorro. Na realidade, provar que seu cão foi provocado ou de alguma forma justificado será difícil, a menos que seja possível provar que a vítima cometeu um crime.

Se você tiver a sorte de ficar com seu cachorro, é sua responsabilidade evitar que esse tipo de coisa aconteça no futuro. Tome medidas para evitar que seu cão morda novamente. Na maioria dos casos, uma mordida de cachorro pode ser facilmente evitada tomando as medidas de segurança adequadas.

Se você for capaz de determinar o que desencadeou a mordida, tente evitar que seu cão se envolva na mesma situação. Trabalhe com seu cão para ajustar sua reação. É absolutamente essencial trabalhar o treinamento e a socialização do seu cão o mais rápido possível após a mordida. O melhor plano é entrar em contato com um treinador profissional e possivelmente um veterinário.

Muitos cães agressivos podem ser ajudados por meio de treinamento, socialização e modificação de comportamento. Infelizmente, em alguns casos, uma grande agressão não pode ser revertida e a eutanásia poderá ser ser decretada via uma ordem judicial. Claro, este é o último recurso e você pode (e deve) recorrer.

Leave a Reply