Os médicos disseram que o cão de duas pernas não iria sobreviver. Erraram. Você precisa ver como ele está hoje….

Quando este filhote especial nasceu, ele estava sem as duas patas dianteiras devido a um defeito de nascença. O pobrezinho também estava muito fraco – ninguém sabia se ele sobreviveria à sua primeira noite na Terra. O veterinário decidiu que a melhor coisa a fazer seria encaminha-lo à eutanásia. Felizmente, Lou Robinson e seu marido não concordaram com a decisão do veterinário.

Nubby nasceu com um defeito congênito que o deixou com apenas dois membros. Sem suas patas dianteiras, os veterinários não tinham certeza de como o filhote sobreviveria. Ele seria incapaz de abrir caminho através de seus irmãos para chegar ao leite de sua mãe ou para aprender técnicas básicas de sobrevivência com o resto de sua ninhada. “Seus irmãos o estavam empurrando para fora do caminho.”

Robinson é o fundador de um grupo de resgate de animais chamado Warriors Educate About Rescue. Ela e o marido aprenderam sobre todas as maneiras como poderiam melhorar as chances de sobrevivência de Nubby. No entanto, eles também sabiam que cuidar de um filhote tão jovem com uma deficiência severa não seria fácil.

Eles aceitaram o desafio de bom grado, alimentando-o com mamadeira regularmente e garantindo que ele ficasse o mais confortável possível em sua nova casa. Nubby não apenas sobreviveu, mas também desenvolveu muito além do que era imaginado ser possível.