As coleiras antipulgas funcionam mesmo? Leia antes de comprar!

Colares antipulgas são uma escolha popular para donos de animais de estimação que desejam proteger seus pets de pulgas, carrapatos e outras pragas. Esses colares são projetados para serem usados em volta do pescoço de um animal de estimação e liberam um agente químico que repele essas pragas. Parece perfeito, não é? Será que a coleira antipulgas funciona mesmo?

A eficácia dos colares antipulgas varia dependendo do produto específico e do nível de infestação do animal de estimação. Em geral, os colares antipulgas não são tão eficazes quanto outros métodos de controle de pulgas, como tratamentos tópicos ou medicamentos orais. Isso se deve ao fato de que os agentes químicos no colar não são tão potentes e podem não atingir todas as áreas do corpo do animal de estimação.

Além disso, os colares antipulgas podem ser menos eficazes em animais de estimação com pelo longo ou espesso, pois os químicos podem não conseguir alcançar a pele ou podem ser absorvidos muito lentamente.

Vantagens das coleiras antipulgas

Existem várias vantagens em usar coleiras antipulgas para controlar pragas em animais de estimação:

  • Conveniência: As coleiras antipulgas são fáceis de colocar e não precisam ser aplicadas diariamente, ao contrário de alguns outros métodos de controle de pragas, como tratamentos tópicos ou medicamentos orais. Isso pode ser especialmente útil para donos de animais de estimação ocupados ou para animais que são resistentes a tomar comprimidos.
  • Eficácia: As coleiras antipulgas podem ser eficazes na matança e repulsão de pulgas, especialmente quando usadas em combinação com outros métodos de controle de pulgas, como banhos regulares e aspiração. Algumas coleiras antipulgas também podem proteger contra outras pragas, como carrapatos e mosquitos.
  • Versatilidade: As coleiras antipulgas estão disponíveis em vários tamanhos e tipos, tornando-as adequadas para uso em cães e gatos de todos os tamanhos e raças. Elas também podem ser usadas em conjunto com outros métodos de controle de pragas, como tratamentos tópicos ou medicamentos orais, para proteção adicional.

Desvantagens das coleiras antipulgas

Também existem alguns inconvenientes em usar coleiras antipulgas para controlar pragas:

  • Irritação ou reações alérgicas: As coleiras antipulgas às vezes podem causar irritação ou reações alérgicas em animais de estimação, especialmente se a coleira estiver muito apertada ou se o animal tiver pele sensível. Os sinais de irritação ou alergias podem incluir vermelhidão, coceira ou inchaço no local da coleira.
  • Ingestão ou absorção de inseticidas: Se um animal de estimação morder ou ingerir uma coleira antipulga, pode absorver grandes quantidades de inseticida, o que pode ser prejudicial para a saúde dele. Da mesma forma, se um animal de estimação tiver contato prolongado com a coleira antipulga, pode absorver o inseticida através da pele, o que também pode ser prejudicial.

Alternativas ao uso da coleira antipulgas

Se você estiver preocupado com os riscos potenciais ou eficácia das coleiras antipulgas, existem vários métodos alternativos de controle de pulgas disponíveis:

Medicações orais, como comprimidos ou mastigáveis, podem ser eficazes para matar e prevenir pulgas. Eles são geralmente administrados uma ou duas vezes por mês e podem ser dados a animais de estimação na forma de um petisco ou misturados com a comida deles. As medicações orais podem ser mais eficazes para matar pulgas do que as coleiras antipulgas, mas podem não fornecer proteção contra outras pragas, como carrapatos e mosquitos.

Tratamentos tópicos, como produtos de aplicação local ou borrifadores, podem ser aplicados na pele ou pelagem de um animal de estimação para matar e prevenir pulgas. Eles são geralmente aplicados uma ou duas vezes por mês e podem fornecer proteção contra pulgas, carrapatos e mosquitos. Os tratamentos tópicos podem ser mais eficazes para matar pulgas do que as coleiras antipulgas, mas podem ser mais demorados de aplicar e podem causar irritação ou reações alérgicas em alguns animais de estimação.

Remédios naturais, como óleos essenciais ou ervas, podem ser usados para repelir ou matar pulgas e outras pragas. Esses remédios são geralmente aplicados na pele ou pelagem de um animal de estimação, ou podem ser adicionados ao ambiente do animal de estimação, como uma coleira antipulga. Os remédios naturais podem ser menos eficazes para matar pulgas do que os pesticidas químicos, mas podem ser mais seguros para animais de estimação e humanos e podem ter menos efeitos colaterais.

Conclusão

Os colares antipulgas funcionam. No entanto, é importante considerar cuidadosamente os riscos e as possíveis reações adversas ao usar colares antipulgas e seguir as instruções da etiqueta do produto. Alguns animais de estimação podem ter reações alérgicas aos produtos químicos presentes no colar, o que pode resultar em irritação da pele ou outros sintomas.

Os colares antipulgas podem não ser seguros para uso em animais de estimação jovens ou grávidas e é importante consultar um veterinário antes de escolher um colar antipulga nestes casos.

Escrito por

Médico Veterinário pela Pontifícia Universidade Católica De Minas Gerais (PUC-MG). Foi um dos primeiros do Brasil a apresentar um TCC sobre Alimentação Natural Para Cães e Gatos. Conta com mais de 600 mil seguidores nas redes sociais.