Três Freiras Idosas Adotam Pitbull Que Idoso Que Implorava Por Lar

Muitos cães em abrigos esperam dia após dia que alguém os veja, os escolha e os leve para casa. É comovente pensar em todos aqueles que são esquecidos por causa de sua raça ou por causa de sua idade. Triste´, não é?Mas esta é uma história de esperança, bondade e pura alegria…

É a história do cachorro que ninguém queria e das três mulheres que decidiram dar-lhe uma casa.

A caridade das freiras para com o cachorro

Sabendo desse drama que muitas cães passam, as três freiras decidiram adotar um cão rejeitado pela sociedade para que pudessem ajudar essa causa de algum modo. Foram então ao abrigo local e perguntaram para os voluntários se havia algum animal ali que ninguém queria.

Sem pensar duas vezes o funcionário disse que Remy, um Pit Bull de 9 anos era exatamente quem elas procuravam, pois além da idade avançada, ele também era da raça pitbull, que sofre muito preconceito na hora da adoção.

Todas as irmãs têm mais de 70 anos e sentiram vontade de cuidar de Remy nos poucos anos que ainda lhe restam. Elas disseram: “Aqui estamos, três irmãs mais velhas, então adotamos um animal de estimação sênior”. E eles achavam que Remy também sentia: “esse será o meu lar, posso dizer. E sabíamos que esse seria o nosso cachorro, dava para perceber ”.

O diretor-executivo do Hi Tor Animal Care Center – abrigo onde encontraram Remy -, confessou que ficou surpreso ao ver que três freiras não se intimidaram com a ideia de adotar um Pit Bull.

Na verdade, isso foi tão comovente para a equipe do abrigo, que uma voluntária – Pauline Jarney – e um membro do conselho – Roberta Bangs – cobriram todas as despesas de adoção. E assim, Remy encontrou um lar e as três irmãs encontraram uma maneira de aliviar sua dor.

Remy agora está muito contente feliz. Ela tem brinquedos, camas confortáveis, quintal grande e três amáveis mulheres dispostas a fazer da sua vida tudo o que esse cão idoso merece.