Essa Senhora Caiu Em Lágrimas Ao Reencontrar Seu Cachorro Com Muita Fome Após Ser Roubado Há 2 Anos

A foto de um cachorro perdido foi compartilhada no Facebook por um abrigo, na esperança de encontrar um novo lar para ele. O cachorro de lindos olhos azuis estava sofrendo de sarna e outras doenças.

Quando a foto do pobre cachorro começou a se tornar viral, uma mulher recebeu uma ligação dizendo que havia uma suspeita de que o cachorro poderia ser seu cachorro perdido, roubado de seu quintal dois anos atrás.

O roubo de cães infelizmente é muito comum fora do Brasil e foi por isso que eles acabaram se separando. Uma situação extremamente triste e repentina. Imagine só a dureza de perder um grande amigo e sequer saber se ele está vivo ou se estão maltratando o pobrezinho…

Ela foi convidada a fazer o reconhecimento do cachorro. No entanto, nem foi necessário, pois mesmo após 2 anos separados ele a reconheceu imediatamente!

No início, o cachorro ficou desconfiado, mas segurou as mãos dela e se ergueu nas patas traseiras para olhar mais de perto, após reconhecer o rosto e o cheiro dela. O pobre cachorro, cujo nome é Lord, começou a lambe-la assim que teve a certeza de que se tratava da sua tão querida dona!

Como Evitar Que Seu Cão Seja Roubado

É impossível rolar no feed do Instagram por mais de um minuto sem ver o cachorrinho novo de alguém.

Nem todo mundo tinha um parceiro em casa e, depois de um tempo preso em casa por causa da quarentena, a demanda por cães de estimação aumentou enormemente. Muitas pessoas queriam um companheiro.

Mas, entre fotos e memes, você também tende a ver muitas postagens de pessoas que tiveram seus cachorros roubados.

Estima-se que os roubos de cães aumentaram 250% desde o início da pandemia.

Dos riscos dos stories a tags de identificação, aqui estão algumas dicas simples para manter seu cachorro o mais seguro possível.

Identificação e microchip

Em alguns países é obrigatório que os cães sejam microchipados. Não é o caso do Brasil. No entanto, eu super recomendo essa prática de proteção.

Além do microchip, é também uma boa ideia ter os seus dados atualizados na coleira do cão, para que caso alguém o encontre seja fácil de falar com você.

Mas de acordo com a instituição de caridade Blue Cross for Dogs, pode ser uma má ideia ter o nome do seu cão na coleira.

Isso pode tornar mais fácil para ladrões em potencial atraírem o cachorro chamando seu nome.

Cães e Mídias Sociais

Quando você compra um cachorro novo, a coisa mais tentadora a fazer é postá-lo em todas os seus stories.

Mas quando se soma isso com informações que mostram onde você mora, trabalha ou passa muito tempo, isso pode torná-lo um alvo potencial para ladrões de cães.

A polícia vive alertando contra o compartilhamento de muitas informações sobre novos animais de estimação, bem como a marcação de locais específicos em suas postagens.

No entanto, é bom manter algumas fotos recentes do seu cão no telefone, pois algumas fotos podem ajudá-lo a rastreá-lo se ele desaparecer.

Tenha Cuidado Em Locais Públicos

Ter um cachorro é uma coisa muito relacionado com a interação social, muitas vezes, em passeios de cachorro, as pessoas param e perguntam sobre seu animal de estimação.

Mas, de acordo com a Blue Cross for Dogs, você deve estar atento para quem está fazendo muitas perguntas.

Quando você precisa ir a uma loja, a instituição de caridade aconselha fortemente que nunca deixe seu cachorro amarrado do lado de fora – ou sozinho no carro. Ambos os lugares podem ser vistos como oportunidades para pessoas que desejam roubar um cachorro.

Quando você estiver em casa, o melhor conselho é manter seu cachorro à vista quando ele estiver no jardim e manter todos os portões trancados.

Seu Cão Deve Ficar Com Pessoas Confiáveis

Agora que as coisas estão começando a reabrir, você pode perceber que tem menos tempo para passear com o cachorro do que planejou.

Se for esse o caso, e você está pensando em arranjar um passeador de cães, há algumas coisas importantes a serem observadas.

Passear com o cachorro é uma área de trabalho pouco regulamentada e, na maioria das vezes, são pessoas de grupos locais do Facebook se oferecendo para ajudar em troca de um pagamento.

O especialista em bem-estar canino da RSPCA, Dr. Sam Gaines, afirma: “Os passeadores de cães atualmente não são regulamentados e não têm licença, o que significa que não há verificações sobre quem são essas pessoas e como garantem que as necessidades dos cães sob seus cuidados sejam atendidas.”

A instituição de caridade diz que você precisa ter certeza de que o passeador de cães escolhido é alguém confiável.

Exija dele recomendações prévias ou registros em órgãos certificados.

Faça tudo isso que recomendamos acima e as chance de roubarem o seu querido amigo serão reduzidas para quase zero.

Emocionante, né?
Compartilhe com seus amigos essa linda história!

VOCÊ AMA BICHOS?