Esse cachorro estava desaparecido, mas voltou sozinho e ainda apertou a campainha

Ao que tudo indica os cães sabem como funcionam as campainhas.

Um casal na Carolina do Sul estava muito preocupado com o seu cachorro perdido e ficou surpreso quando a campainha tocou no meio da noite. Eles ficaram ainda mais chocados quando descobriram que seu amado animal de estimação não apenas havia voltado para casa, mas também havia descoberto como usar o dispositivo eletrônico.

Rajah, an 18-month-old dog from South Carolina, used her nose to ring her family's doorbell after running away. She had been spooked by fireworks and seemingly escaped from the backyard.
Rajah, uma cadela de 18 meses da Carolina do Sul, usou seu focinho para tocar a campainha de sua família depois de fugir. Ela se assustou com fogos de artifício e aparentemente escapou do quintal. (SWNS)

Mary Lynn Whitacre falou com a Fox News e explicou que seu cachorro Rajah se assustou com fogos de artifício e escapou de seu quintal em Greenville.

Ela explicou que, como o cachorro corre muito rápido, ela e o marido não faziam ideia de onde Rajah estava ou quão longe ela poderia ter ido. Durante sete horas, o casal preocupado procurou a cadela, mas não conseguiu encontrá-la.

“Ryan e eu estávamos enlouquecendo e nos sentimos realmente desamparados”, disse ela.

Então, por volta das 3h, Rajah caminhou até a varanda da frente da casa e tocou a campainha com o nariz. “Foram as sete horas mais longas da minha vida”, disse Whitacre.

"She had thorns on her and seemed to have rolled in poop," Lynn explained. "So, it seems like she had a great time."
“Ela tinha espinhos e parecia ter rolado no cocô”, explicou Lynn. “Então, parece que ela se divertiu muito.” (SWNS)

Embora o cão estivesse perfeitamente bem, ela trouxe de volta algumas evidências de que estava partindo para uma aventura.

“Ela tinha espinhos e parecia ter rolado no cocô”, explicou Whitacre ao Southwest News Service (SWNS). “Então, parece que ela se divertiu muito.”

Aparentemente, o cachorrinho de 18 meses pensou que ela poderia ter feito algo errado, com base em seu comportamento ao chegar em casa.

Whitacre disse: “Ela achava que estava com muitos problemas e estava triste e mal-humorada, mas nós pensamos ‘estamos apenas felizes por você estar de volta’. Foi hilário e não conseguíamos parar de rir.”

É….os cães estão tecnológicos”