Essa Mulher Caiu Em Lágrimas Ao Reencontrar Seu Gato Após Quase 2 Anos

Quando Mindy Criner e seu marido Luke adotaram Cat pela primeira vez no Abrigo Regional de Animais da Península, na Virgínia, ele era muito tímido. Seu padrão era se afastar enquanto todos os outros gatinhos brincavam, mas Criner sabia de que ele só precisava de uma família para ajudar a trazer sua confiança de volta.

“Dava para ver em seus olhos que ele só precisava de amor”, disse Criner

Deu um pouco de trabalho, mas em pouco tempo Cat estava totalmente acomodado em sua nova casa e totalmente apaixonado por cada membro de sua nova família. Quando seus tutores tiveram um filho, ele logo se apegou a criança, e nunca houve dúvida de que o casal fizera a escolha certa ao apostar naquele gatinho tímido.

Cat ganhou muita confiança depois de se juntar à sua família e muitas vezes gostava de passear pelo quintal e explorar um pouco. Um dia, Criner foi chamá-lo para dentro depois de outra voltinha – mas Cat não estava em lugar nenhum.

O desaparecimento do gatinho

Frenética, Criner imediatamente contatou a mulher que dirige a página do Facebook Lost & Found Pets (pets desaparecidos), para que ela a ajudasse a divulgar o desaparecimento de Cat, e então ela e o marido fizeram tudo que podiam para trazer Cat para casa. Eles colocaram uma caixa de areia e comida do lado de fora na esperança de que cheiros familiares ajudassem a Cat voltar para casa.

Eles montaram vários pontos com coisas da família por toda a vizinhança e pediam aos amigos que os verificassem sempre que podiam. Eles colocaram incontáveis pôsteres. Todas as noites, eles caminhavam pela vizinhança chamando seu nome – mas, eventualmente, eles começaram a perder as esperanças.

“Semanas viraram um ano, depois um pouco mais e a cada dia aquela tristeza em meu coração partido ficava um pouco maior”, disse Criner.

Então, 536 dias depois do desaparecimento de Cat, Criner recebeu uma ligação que ela nunca imaginou que viria. Alguém o encontrou.

O reencontro do seu querido gato

“Achei que fosse um engano”, disse Criner. “A mensagem de voz do controle de animais dizia para entrar em contato com o Abrigo Regional de Animais da Península para encontrá-lo. Dirigi até aquele abrigo o mais rápido que a lei permitia e atravessei a porta já lutando contra as lágrimas. ”

Quando Criner chegou ao abrigo, eles disseram a ela que um homem estava alimentando Cat por cerca de um ano. Depois que Cat foi atropelado por um carro e sobreviveu, o homem contatou o controle de animais, que fez uma varredura em busca de um microchip e descobriu quem Cat realmente era.

Criner rapidamente entrou em contato com o homem que havia encontrado Cat e foi até sua casa. Cat estava sentada na varanda fazendo um lanche quando ela chegou e, assim que se viram, foi como se o tempo não tivesse passado.

“Sentei-me nos degraus e deixei que ele se aproximasse de mim, caso estivesse com medo, e ele ficou bem no meu colo e ronronou”, disse Criner. “Comecei a caminhar em direção ao carro onde meu marido (que tem uma voz incrivelmente distinta), Luke, estava conversando com o cara que o estava alimentando e Cat ronronou mais alto do que eu imaginava ser possível!

É como se ele cutucasse aquele pedacinho do meu coração partido de volta no lugar. “

Assim que viu sua família, Cat soube que finalmente estava indo para casa e não poderia ter ficado mais feliz com isso.

Final Feliz

Assim que eles voltaram para casa, Cat se acomodou quase que instantaneamente, matando a saudade de seus irmãos peludos e reivindicando de volta todas as suas coisas antigas como se nunca tivesse partido.

Ele e seus tutores têm passado o máximo de tempo possível se abraçando e se reencontrando, e toda a família está muito grata por finalmente ter Cat de volta onde ele pertence.

“Espero que nossa história dê esperança a outras pessoas que sentem falta de seus animais de estimação, e talvez aqueles que, sem saber, acolheram o animal de estimação de outra pessoa possam verificar se foram escaneados para que o animal possa ter seu feliz reencontro com sua família, e outra pessoa sinta a alegria avassaladora que estamos experimentando ”, disse Criner.

Veja as fotos de toda essa linda história:

Gostou? Compartilhe essa história com seus amigos!

O mundo anda tão triste. Ajude a espalhar um pouco de alegria!